segunda-feira, 12 de março de 2012

Coletor menstrual: minha experiência

Escrevo hoje sobre minha experiência com coletor menstrual. Para quem ainda não teve contato com essa maravilhosa invenção da humanidade, vou esclarecer algumas perguntas comuns:
Imagem de Meluna

O que é? 
O coletor menstrual é um "copinho" ou uma "tacinha" feita de silicone cirúrgico, feito para coletar o sangue da menstruação. Agora parece que o nome é auto-explicativo, né?

Como se usa?
Você tem que posicionar ele , com o copo virado para cima, obviamente. :-P Como ele é feito de silicone, pode ser dobrado ou enrolado de várias formas, e quando você solta ele volta ao formato original, se adaptando às formas do corpo. A forma de colocar é como se fosse um absorvente interno, só que fica bem na entrada da vagina (não precisa "empurrar").
Para tirar, você tem que usar seus músculos pélvicos tipo um pompoarismo para forçar ele um pouquinho para fora, e puxar pela base.
Você tira, lava com sabão neutro e insere de novo - o que torna ele um produto bem ecológico, porque não gera resíduo, e econômico, porque não é descartável e você usa o mesmo por anos.

Como funciona? 
Seguindo a lei da gravidade - o que cai, fica coletado. O que você "sua" (a lubrificação natural) não é absorvido, o que faz o seu uso ser bem mais confortável do que um absorvente interno comum. A maioria das marcas tem dois tamanhos, que são adequados de acordo com a idade e o tipo de parto (se for o caso) de cada mulher, para o silicone ficar bem no formato do corpo e não correr o risco de nada vazar.

Coletor de glitter da Meluna
Minha experiência:


Uso um coletor menstrual, da marca Lunette, há mais ou menos três anos. Comprei pela internet, diretamente pelo site da fábrica, localizada na Finlândia. Não posso dizer se havia venda no Brasil naquela época, mas acredito que se havia, era algo muito underground, até porque mesmo hoje há poucos pontos de venda aqui. As marcas que mais tenho ouvido falar aqui no BR são a Misscup e a Meluna, mas há várias outras. Quando eu comprei, só havia um tipo de copinho, como esse aqui embaixo. Mas agora já se vê copinhos coloridos, com vários formatos e comprimentos diferentes de "puxadores" na base - tem até copinho com glitter, que é muito lindinho! 


Quando comprei, paguei 25 dólares, mas 20 dólares pelo frete, ou seja, mais ou menos 80 reais. Parece caro, mas pense só: um pacotinho de absorvente, que é o que eu usava a cada mês, custa em média quatro reais. Isso dá quase 50 reais por ano. Um coletor pode ser usado por mais de cinco anos (no meu manual, diz "de cinco a dez anos"). Deu pra fazer a matemática final?

Quando comecei a usar, minhas principais dúvidas eram essas:

- A colocação e retirada X minha tendência natural ao desastre
Há relatos, na internet, de mulheres que não conseguiram se adaptar ao coletor, que não conseguem colocar da forma correta, que sentem ele ao longo do uso, que o coletor vaza. Aconteceu comigo, na primeira vez que usei, de sentir E vazar - mas foi uma questão de sentir e adaptar. No segundo ciclo, já sabia bem o que tinha que fazer. 
Na retirada, quando eu li a descrição de como fazer, tive a impressão de que ia sempre fazer uma baita bagunça... Mas nunca fez. É difícil explicar, mas de alguma forma fica tudo no copinho tranquilamente. Claro que não é um processo muito rápido, tem que tirar com calma...

- O "nojinho":
pensei que ia ser meio estranho lidar tão diretamente com meu próprio sangue, mas foi muito diferente do que eu imaginava. O caso é que, em contato com o ar, o sangue oxida (ou coisa assim) o que faz com que ele mude de cor, de textura e de cheiro, e é esse processo que faz a gente ter um pouco de nojinho do sangue que fica no absorvente. Mas o sangue como está lá dentro do útero (e como fica no coletor) não tem nenhum odor. Outra coisa que muda: você vê que, na realidade, menstrua muito menos do que pensava, porque o absorvente comum "espalha" o sangue e dá uma impressão errada da quantidade.

- A limpeza:
pensei que talvez fosse correr mais risco de contrair infecções ou micoses, pela reutilização. Mas tem um esquema de fervura, para desinfetar o copinho, que deve ser feito antes e depois de cada ciclo. Claro que você tem que comprar uma panelinha só para isso, né. Mas é super fácil - ferve por cinco minutos, e é como uma autoclave. Nunca tive nenhum tipo de problema.
Existe aqui no Brasil uma cultura que engrandece demais o uso do que é descartável, como se a coisa ser descartável e vir embalada em bastante plástico garantisse algum tipo de pureza indescritível (porque plástico não suja, né). É um pensamento ótimo, para quem está vendendo o negócio que tem que ser comprado sucessivamente. Não sou especialista e não posso questionar isso de frente, mas tem outras questões: quem já leu a "bula" do o.b. sabe que, com seu uso, pode ocorrer síndrome do choque tóxico por proliferação de bactérias. E quem nunca teve irritação na pele por causa do material do absorvente comum? De onde vem esses problemas? Não sou de acreditar que é o meu organismo que está errado assim de cara, não.

... e a pergunta que não quer calar....

Se é tão bom, porque não ouço falar disso por aí?
Tenho minhas teorias sobre isso. Primeiro, porque menstruação ainda é tabu, infelizmente, e pouca gente divulga esse tipo de material (razão de eu estar fazendo isso aqui). Segundo e, principalmente, pergunte a si mesmo: o que seria da indústria das "fraldinhas" e "tampões" se tod@s conhecessem esse dispositivo, que é econômico, reciclável e ecológico, e que praticamente obriga a mulher a conhecer o próprio corpo? O que, ainda por cima, pode dar a ela recursos para fugir de enganações da indústria farmacêutica do tipo "sua vagina é naturalmente suja e você devia desinfetá-la com nosso sabonete caro", ou "se você se fere com o absorvente comum, é porque sua pele é sensível demais e não porque nosso material é grosseiro, compre o absorvente com ervinha tal adaptado para o seu caso"... etc etc etc...

28 comentários:

Fernando Borges disse...

Nossa, muito legal o seu post! O fato de ser homem não me impede de achar interessante essas coisas que fazem parte exclusivamente do cotidiano feminino rs

Até compartilhei no meu FB para que as garotas da minha lista de contatos, que ainda não conhecem o produto, passem a conhecer.

Sua teoria faz bastante sentido e explica o motivo pelo qual não existe muito divulgação sobre esse coletor.

Abraços

Pri Mag disse...

Oi Fernanda. Legal o post. Uso há mais de 1 ano. já tive 3 marcas e o que mais me adaptei foi o MissCup. MArca brasileira e muito boa. Você tem toda razao quanto ao tabu relacionado à menstruaçãso. Tem gente que diz que nao usa porque é sujo ou porque vai encostar no sangue. Só quem usa sabe que é mais confortavel e mais higienico. Super recomendo...

Joice disse...

Eu comecei a usar copo menstrual há 3 dias e adoraria ter usado anos antes. Ia me poupar uma grana absurda com absorvente interno, absorvente externo (sim! eu usava os dois pq sempre vazava e tinha que trocar o tempo todo), além de grana com remédios para cólica. O absorvente interno me dava uma cólica tão absurda que por muitas vezes quase desmaiei e eu nunca tinha qualquer problema em consulta à ginecologista. Enfim, o valor que paguei no copo mentrual será retornado em três meses. Melhor presente que eu pude me dar de fim-de-ano.

Marcilene Almeida disse...

Uau!!! Vi no facebook de uma empresa de sapatos um post sobre esse método. Pirei e fui pesquisar na net e encontrei seu blog. Achei super legal vc escrever sua experiência. Concordo contigo. Vou comprar um pra experimentar. Minha maior dúvida é quanto ao tamanho, mas creio que conversando com alguém da loja virtual da miscup vou ser orientada. Quero muito compartilhar com minhas irmãs e amigas.

Inês disse...

gostei mto do post! O q mais gostei (além de dar um ADEUS gigantesco as minhas alergias desenvolvidas ao longos dos anos graças a "suavidade" dos absorventes normais)foi da liberdade que o coletor proporciona: praia, piscina, atividade física, saias, vestidos, sentar, andar e dormir de qq jeito, td o q vc quiser!
Penso nos comerciais de absorventes comuns cheios de mulheres esvoaçantes e felizes e penso q quem traz essa sensação mesmo é o coletor! Minha vontade nos primeiros meses era de parar as mulheres nas ruas e contar pra elas a minha alegria: "elas precisam saber!". E precisamos! Vamos em frente acabando com os pré-conceitos e preconceitos!

Juliana Benedet disse...

Olá adorei a ideia, estou pensando em adquirir um para ver se me adapto, mas estou com uma duvida que talvez vc possa me responder... Dá para dormir com ele?

Pâmella Ribeiro disse...

No Brasil já tem há muitos anos sim. Uso há 5 anos!! O MeLuna. Melhor descoberta da vida!

Vitória disse...

Achei muito bacana! Só é um pouco complicado para ser higienizado no local de trabalho, por exemplo, onde
as pias são comuns a todos.

Anônimo disse...

Muito 10! Não conhecia, mas obrigada por me apresentar este produto tão bacana!

Larissa Veloso disse...

Eu usei o copinho um tempão. Na época, uns 2 anos atrás, eu comprei no site da Mooncup. Era ótimo. Só que com as várias fervuras o copo foi ficando escuro. Li no manual que era para descartar se ele mudasse de cor, então joguei fora.
O seu continua da mesma cor que era no início?
Bjos e parabéns pelo post. Faz tempo que eu queria escrever sobre isso no meu blog, mas ficava constrangida (que bobagem, né?)

Ricardo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Gostei muito de ter achado esse post.. ha alguns anos eu conheci o absorvente interno, que no comeco eu achava meio estranho de usar, mas depois de uma ou duas vezes ja me acostumei e descobri que a vida era um lugar muito melhor de se viver sem ter q usar absorvente externo. Eu sou completamente apaxionada por absorventes internos, especialmente os com aplicadores, mas agora com essa novidade, eu acho que ele eh como meus amados OBs mas numa versao ainda melhor, pois me poupara da chatisse que sempre eh na hora de jogar o ob fora.. pois eu acho a coisa mais dificil dar um jeito para que ele fique escondido no lixo, isso eh sempre um incomodo para mim. Apesar que o coletor eu tambem acho que ainda nao eh a solucao perfeita, pois limpar ele tambem nao deve ser a melhor coisa do mundo, mas pelo menos isso so se precisa fazer a cada 12 horas.. um tempo 3 vezes maior do que o indicado para o absorvente interno.
Pretendo experimenta-lo logo.

Daniele Queiroz disse...

Olá, Mariana. Parabéns por compartilhar essa experiência. Meu fluxo é longo e sempre fiquei pensando no alto consumo do absorvente. Não conhecia esse coletor, achei uma ótima idéia. Ao ler seu texto, fiquei me perguntando só com relação ao acesso. Hoje em dia, como se dá? Você teria alguma loja ou link para indicar?! Obrigada

Thais disse...

Pela data faz tempo que você fez esse post. Mas só vi hoje no face.

Achei muito interessante, fiquei super curiosa para usar, dei uma pesquisada na internet e estão vendendo até uma penelinha para higienizar o 'copinho'.

Valeu pela dica.

Sandra Brignol disse...

Parabéns pelo relato e por compartilhar sua experiência. Será importante para muitas mulheres!

Anônimo disse...

queria saber se pra quem tem fluxo muito intenso é indicado esse produto, se tem assim como no absorvente modelos de acordo com os níveis de intensidade e nesse caso, qual me sugerem? volto aqui para conferir a resposta.bjs e adorei conhecer a respeito, interessei.

She disse...

Parabéns pelo post. Precisamos mesmo divulgar mais essa maravilha!

Luciane Rocha disse...

Muito esclarecedor seu post. Sou mulher e sofro muito nesse período, pois sempre tenho alergia aos abs da vida. Serei uma nova mulher agora vou adquirir o coletor já! Obrigada!

Anônimo disse...

Muuuuuuuuuuito incrível!! Eu morro de nojo dos absorventes comuns, o sangue empelotando todinho ali no algodão, fora que me deixa toda assada! E o OB se torna a melhor alternativa pra mim, mas no terceiro dia já me sinto irritada por dentro.
Ótimo conhecer essa novidade! Mas como saber se o 'copinho' já encheu? Tem alguma recomendação de quanto em quanto tempo esvaziar?
Adorei a dica, vou compartilhar! O mundo feminino precisa saber disso!!

pi.chandretti disse...

mas de quanto em quanto tempo tem que esvaziar o copinho?

Daniela Zotelli Monteiro disse...

Poxa vida! legal a dica.
Vou procurar aqui na minha cidade...
Qualquer coisa vou pra capital... to juntando itens para ir pra lah de uma soh vez...
Valeu!

Daniela Zotelli Monteiro disse...

Nossa! Valeu pela dica. Eu nao sabia disso ainda.
Grata por indicar as marcas, e Fernanda, valeu por citar sua opinião tbm!
Beijos meninas

Bia disse...

A ideia é boa, mas eu fiquei com uma dúvida: Onde fica a parte "de baixo" do coletor? tipo, a gente coloca a parte aberta do copinho na vagina, ok, mas e aquela parte de baixo, com o puxador? Não fica aparecendo na roupa?

Talita Buzin disse...

Ameii!!! eu era muito do absorvente interno, mas acabei lendo q n faz muito bem usar direto, e vi teu post q achei um máximo. estou muito tentada a experimentar. porém tenho dúvidas, pode-se dormir com ele?? e de quanto em quanto tempo,quantas vezes no dia tenho q limpa-lo? bjinhusss e mais uma vez muuito legal teu blog.

Dayana disse...

Oi, gostei muito do blog, mas o "copinho" não enche? tem q ficar tirando toda hora?

Mariana disse...

Comprei meu coletor, ainda não usei durante o ciclo, mas fui fazer um teste antes pra saber como é colocar e tirar e tal.
Senti um pouco de dificuldade para colocar, mesmo dobrado achei um pouco volumoso para inserir na vagina e la dentro notei que o copo esta um pouco deformado, porém as bordas estao aparentemente certas, abertas, sem nenhum dobramento. É normal o copo ficar um pouco deformado? To com medo de ter comprado um modelo um pouco grande.

Mariana K disse...

Gente!
Desculpa demorar tanto para responder, ando em outra fase da vida e não tenho muito tempo... mas respondendo uma por uma:

Marcilene:
As lojas que eu já vi só tem dois tamanhos, e o que guardei é que o tamanho menor é adequado para quem não tenho filh@, e o tamanho maior para quem já tem (e que pra mim o mais adequado era o menor. Mas não sou especialista. É melhor ler as instruções do site com atenção.

Juliana:
Dá pra dormir com ele sim, tranquilíssimo :)

Vitória:
Já lavei meu copinho na pia de um restaurante, numa emergência. Pra não fazer sujeira na pia só precisa um pouco de cuidado, e o copinho só vai tocar a água e as tuas mãos! :)

Larissa:
O meu copinho eu perdi (longa história) antes de mudar de cor. Mas eu estava usando por uns três anos mais ou menos. Agora tenho um outro copinho e ele é colorido, salmão. Nas instruções dele, não tem nada escrito em relação à mudança de cor! :/

Daniele:
Eu estou morando nos EUA, então compro online facilmente. Mas no Brasil também dá pra comprar online, de uma marca nacional, a lady cup (se não me engano!). Em lojas de coisas naturais/veganas também se acha.

Anônimo de 28 de setembro:
Os coletores vêm em dois tamanhos (se nada mudou desde a última vez que eu vi) e o tamanho maior pode ser mais adequado para quem tem fluxo intenso... Ou talvez você tenha que esvaziar o copinho mais vezes por dia. Como eu não tive que perguntar isso eu mesma, não tenho como te responder com 100% de certeza. Acho que nos sites das lojas existem FAQs que te responderiam melhor!

- algumas pessoas:
Eu particulamente esvazio antes de sair de casa e enquanto estou tomando banho, à noite. Porém meu fluxo não é muito intenso, então não sei se sou parâmetro. Algumas vezes, de preguiça, não esvazio pela manhã e acabo esvaziando uma vez só no dia, durante o banho (não é recomendado, mas eu nunca sofri nada por isso). Mesmo nesses dias o copinho nunca encheu mais do que um terço da capacidade.

Bia:
fica tudo meio "dentro", nem se vc usar roupa a vácuo vai aparecer! Tanto que se tira o coletor muito mais com os músculos da vagina, empurrando para fora, do que puxando pelo puxador.

Mariana:
estranho o copo estar deformado! E pela dificuldade de inserir, será que você não estava um pouco tensa, apressada, pouco lubrificada...? É raro, mas às vezes eu me sinto assim também, como se fosse muito grande para colocar.

Mariana K disse...

Ah! Fico feliz que o post ajudou um pouco quem não conhecia e agradou quem já conhecia. Obrigada :)